Entre Cabul e a dança das borboletas fala da história de um casal que vive um romance separado geograficamente. Para esta representação gráfica criei uma capa com uma rachadura que simboliza a distância e a falta de possibilidade desta relação. O aspecto de destruição e a escolha por tons terrosos faz alusão à situação do Oriente Médio, onde o romance é ambientado. Projeto realizado no escritório BR75 texto | design | produção.